Centro Coordenador Transportes Abrantes - PMA
804
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-804,language-pt,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_over_content,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.4,vc_responsive

Centro Coordenador Transportes Abrantes

Projecto envolveu o traçado dos arruamentos internos de circulação de autocarros de longo curso e suburbanos, por um lado, e dos de transportes urbanos, táxis e veículos particulares, por outro, incluindo o estudo da sua articulação com a estrada nacional, com a circular projectada de cintura da cidade, envolvendo uma proposta de alteração do seu traçado e, ainda, com as artérias urbanas locais.

De acordo com o estabelecido e apresentado no concurso de ideias a solução para o Centro Coordenador de Transportes de Abrantes prende-se com duas vertentes principais: uma ligada ao acentuado declive do terreno e outra a funcionalidade necessária para este tipo de equipamento, aliás definida, no programa que informou o concurso.

Assim, a solução passa por um edifício de dois pisos em que o superior é destinado às zonas de público, bilheteiras, cafetaria e restaurante, serviços administrativos e instalações relacionadas com os concessionários e o inferior é destinado ao quais para os autocarros, gabinete do inspector de cais e pequenos armazéns.

Em termos funcionais, são evitados os “cruzamentos” entre utentes e autocarros, porquanto: os utentes circulam pela plataforma de nível superior de estacionamento de ligeiros e largada e tomada de utentes provenientes de táxis e autocarros urbanos, que dá acesso, através de ponte ao piso superior da estação; os autocarros não urbanos têm acesso ao cais do piso inferior. Os utentes têm acesso ao cais através das duas grandes escadarias e elevador.

 

Dono de Obra:

Câmara Municipal de Abrantes

Localização:

Abrantes

Área de Construção:

3.350m²

Projecto:

1989

Conclusão da Obra:

1994

Programa:

Projecto de implantação do Centro Coordenador de transportes, envolvendo o traçado dos arruamentos internos de circulação de autocarros de longo curso e suburbanos, por um lado, e dos de transportes urbanos, táxis e veículos particulares, por outro, incluindo o estudo da sua articulação com a estrada nacional, com a circular projectada de cintura da cidade  (envolvendo uma proposta de alteração do seu traçado) e, ainda, com as artérias urbanas locais.

Equipa:

Arquitectura

– Manuel Cottinelli Telmo Pardal Monteiro – Arquitecto

– João Cottinelli Telmo Pardal Monteiro – Arquitecto

– António Pedro Batista Pardal Monteiro – Arquitecto

– Amadeu Lourenço

– João Sobral Otero

– Rodrigo Moutinho

Fundações e Estrutura

– GPF – Grupo Português de Frio

Instalações e Equipamentos Mecânicos

– GPF – Grupo Português de Frio

Instalação e Equipamentos de Águas e Esgotos

– GPF – Grupo Português de Frio

Instalação e Equipamentos Eléctricos e de Telecomunicações

– GPF – Grupo Português de Frio

Category

EDIFÍCIOS PÚBLICOS