ETA Asseiceira - PMA
891
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-891,language-pt,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_over_content,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.4,vc_responsive

ETA Asseiceira

A maior estação de tratamento de água do país, responsável por cerca de metade do caudal que abastece a Grande Lisboa, com captação na albufeira da barragem do Castelo do Bode.

Integra numerosos edifícios, entre os quais se salientam os da Exploração, Silos, Cloro, Anidrido Carbónico e o das Oficinas de Apoio, devidamente articulados com o vasto equipamento do processo de tratamento em que avultam os grandes filtros.

A elaboração dos projectos dos edifícios foi feita em estreita colaboração com a Hidroprojecto, entidade responsável pelo projecto global.

– Edifício da Exploração: 1.700m²

– Edifício do Cloro: 750m²

– Edifício dos Reagentes: 1.350m²

– Centro de Apoio: 1.350m²

– Volume de silos: 1.250m³

 

Cliente:

HIDROPROJECTO – Consultores de Hidráulica e Salubridade, SA.

Dono de Obra:

EPAL

Localização:

Asseiceira

Tomar

Área de intervenção

6.400m²

Projecto:

1977/80

Conclusão:

1992

Programa:

Projecto para os edifícios integrados na Estação de Tratamento de Água, incluindo o Edifício de Exploração, Edifício Cloro, Edifício Reagentes, Edifício do Centro de Apoio, Garagens, Edifício do Átrio, etc.

Equipa:

Arquitectura

– António Pedro Batista Pardal Monteiro – Arquitecto

– Manuel Cottinelli Telmo Pardal Monteiro – Arquitecto

– João Cottinelli Telmo Pardal Monteiro – Arquitecto

– Pinto Pereira – Arquitecto

– Santos Machado – Arquitecto

– Amadeu Lourenço

– Rodrigo Moutinho

Especialidades

– Hidroprojecto

Category

EDIFÍCIOS DA INDÚSTRIA DA ÁGUA