Rua da Fé, 33 - PMA
Gracious Conclusion - Bordallo Residence - Rua da Fé, 31-35, Pardal Monteiro Arquitectos
Gracious Conclusion, Bordallo Residence, Rua da Fé, 31,35, Pardal Monteiro Arquitectos, Fé, Bordallo,
1365
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-1365,language-pt,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_over_content,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.4,vc_responsive

Rua da Fé, 33

 

Bordallo Residence
Gracious Conclusion, S.A.

 

O edifício em causa, de construção do final do século XVIII, integra a Carta Municipal de Património Edificado e Paisagístico, é composto por 4 pisos e aproveitamento de desvão de cobertura e por uma área de logradouro a tardoz, ao nível do piso 0 e 1.
O uso exclusivo de habitação é mantido com as mesmas 10 frações e na intervenção mantém-se a volumetria existente, sendo que apenas são eliminadas as áreas de acrescentos que foram feitos ao longo do tempo a tardoz, os quais são substituídos por áreas de varandas corridas.
Também, a tardoz, do lado nascente, o corpo de ampliação, de construção de 1914, é reformulado com base na linguagem do projeto então submetido à CML. A cobertura e fachada são refeitas com a linguagem da época, com uma estrutura mista metálica, betão e alvenaria, tipo “industrial”, linguagem essa, também usada nas novas varandas da fachada tardoz.
A área de logradouro é reformulada na sua composição arbórea e de revestimentos, sendo proposta uma zona de lazer repartida pelos fogos do R/C e 1º andar.
Foram mantidos os limites das tipologias existentes, sendo apenas propostas alterações ao nível da compartimentação interior, adaptando-se, no entanto, a nova organização funcional à pré existência dos elementos estruturais (paredes interiores e exteriores).
Optou-se pela localização das áreas de salas, tirando partido da relação destes espaços com a área de jardim e varandas. Também na organização dos fogos o alinhamento em prumada de todos os espaços de sanitários e cozinhas contribuiu para uma otimização construtiva das instalações.
As zonas comuns do edifício são requalificadas, mantendo-se todos os seus elementos compositivos, sendo que é implantado um elevador, que para uma boa funcionalidade e integração, é implantado no exterior junto à fachada tardoz, integrado no arranjo paisagístico do logradouro.
Ao nível da imagem urbana, é proposta a requalificação dos elementos existentes originais na fachada principal, com a sua valorização através da substituição dos elementos dissonantes, como as caixilharias em alumínio, por caixilharias em madeira com o desenho original.

Dono de Obra:

Gracious Conclusion, Unipessoal lda.

Localização:

Rua da Fé 31-35

Lisboa

Área de Construção:

1.305m2

Projeto:

2017

Conclusão:

Obra em curso

Programa:

Reabilitação de edifício do final do século XVIII, com ampliação a tardoz, onde viveu o pintor Rafael Bordallo Pinheiro.

Edifício de 5 pisos com 10 apartamentos, 4 dos quais com pátio privado.

Equipa:

Arquitetura

– Manuel Cottinelli Telmo Pardal Monteiro – Arquiteto

– Sónia Machado Mendes – Arquiteta

– Maria do Rosário Botelho de Brito – Arquiteta

– André Geraldes dos Santos – Arquiteto

– Rita Varela Gomes – Arquiteta

– Rodrigo Moutinho

Fundações e Estrutura

– Profico, Lda – João Pereira da Silva – Engenheiro

Instalações e Equipamentos Mecânicos

– José Rosendo – Engenheiro

Instalação e Equipamentos de Águas e Esgotos

– José Rosendo – Engenheiro

Instalação e Equipamentos Elétricos e de Telecomunicação

– Luís Serrão – Engenheiro

Segurança e Prevenção de Incêndios

– Paulo Cardoso – Engenheiro

Acondicionamento Acústico

– José Rosendo – Engenheiro

Paisagismo

– inplanta l Marta Duarte e Ana Brogueira – Arquitetas Paisagistas

Fotomontagens

– 4+ Arquitectos

 

Category

HABITAÇÃO E COMÉRCIO, REABILITAÇÃO E RESTAURO