Na concepção inicial do Instituto foi prevista a possibilidade da construção de um segundo edifício de laboratórios idêntico ao primeiro.

Contudo, a sua efectivação apresentava uma dimensão que excedia em muito as pretensões mais ambiciosas do Departamento pelo que o novo edifício se integra no corpo que estabelecerá a ligação entre os dois grandes corpos de laboratórios.

A solução adoptada filia-se nos mesmos princípios que presidiram à concepção dos laboratórios do Instituto, adaptando-os às características e dimensão do laboratório pretendido, nomeadamente no referente à disposição de bancadas nos laboratórios, com qual se articula um encaminhamento de tubagens e condutas com percursos principais desenvolvendo-se na horizontal no tecto das circulações centrais e na vertical em ductos situados ao longo das circulações.

No piso de entrada situam-se os serviços administrativos, a biblioteca e o serviço de lavagem de material de laboratório.

No seu todo, engloba diversos laboratórios de Análise Bioquímica, Toxicologia Genética, Citogenética, Genética Humana, DNA, Oncobiologia, Biologia Molecular e PCR - Polymerase Chain Reaction, distribuídos por uma área útil da ordem dos 710 m2.

Um andar inferior, formado por cave parcial, com área útil de 143 m2, aloja os armazéns e arquivos.

Um piso técnico superior aloja instalações técnicas.

voltar a edifícios públicos

descrição

ficha técnica
123

Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge

Laboratório do Departamento deGenética Molecular Humana

contactos

projectos

atelier

 

descrição